Que pressão é essa, Brasil?

Eu já tinha escutado falar da crise dos 30 e imaginava que ela existia para a pessoa que estivesse perto de completar o trigésimo aniversário, só não me avisaram que essa crise afetaria àqueles que vivem ao redor da trintona.

Pois é, eu tenho 29 anos e estou longe de viver em crise, mas o que tem de gente me cobrando casamento e filho… Num bate papo entre amigas, começamos a conversar exatamente sobre essa cobrança da sociedade! De fato, acho muito bonito a preocupação com os outros, mas muito mais lindo é quando você sabe respeitar o espaço alheio.

Outro dia, uma moça  me questionou o por quê ainda não tinha me casado, afinal já estava na hora. Olhei para ela e perguntei onde estava escrito que era a hora de eu me casar porque no meu relógio, esta hora ainda não estava marcada.

Bem-vindos à geração Y! Nós temos a opção de escolher quando queremos casar e ter filhos. Nós não precisamos juntar dinheiro para comprar apartamento porque já temos onde morar, não precisamos pagar as mensalidades de um carro porque já temos um automóvel, não precisamos abrir uma poupança para pagar a graduação, pois já fazemos MBA. Nossos pais nos deram a oportunidade para fazermos faculdade, viajar e até sair mais tarde da casa deles e é por isso que conseguimos conquistar tantas coisas aos 30 anos.

Somos de uma nova geração!   Sei que nem todos tem a mesmas condições financeiras, e longe de mim parecer esnobe ou prepotente, mas nesse texto estou falando especificamente de mim e das minhas amigas e é essa a realidade em que vivemos.

Tenho uma amigona de 32 anos que fez Direito e é concurseira, durante um jantar de família, o tio dela falou que já estava na hora de ela parar de estudar e ganhar dinheiro. Oi?? Ele nem paga as contas dela! Se quem paga, não está se incomodando… quem é ele para tal? A decisão de parar de estudar e  ganhar dinheiro é dela porque a consequência desse ato afetará a vida dela.

Há um ditado indiano, o qual sou muito fã,  que diz:”… você não está nem atrasado, nem adiantado, simplesmente está onde deveria”! Tão simples!! Cada um tem a sua vida e sua própria história!

Hoje, eu quero ter um filho que seja fruto de um amor. Quero dar para meu filho, o melhor pai que ele poderia ter. Quero ter um filho quando morar num apartamento maior. Quero ter um filho para ser criado por mim e não pelos avós, apenas mimado por eles! Quero colocar no mundo um ser humano incrível! E se você pensa diferente, tudo bem… eu te respeito, assim como gostaria que você me respeitasse também!

Pode ser que amanhã eu queira ser mãe solteira, ou que de repente não queira ter filhos… não sei! Já aprendi que não temos o controle de tudo, então deixo nas mãos do cara lá de cima! Se a pessoa que eu estou é O cara da minha vida?  Eu ainda não tenho a resposta, mas também não estou com pressa para descobrir! Aprendi que viver é deixar fluir…

E se alguém te cobrar falando que casar significa amadurecer (como já fizeram comigo)… sugiro que você nem responda, pois só pelo comentário já dá para ver quem é o IMATURO da história! =) 

Pare de querer atender às expectativas dos outros, a unica obrigação com qual você deve se comprometer é com sua PRÓPRIA FELICIDADE.

Beijinhos, Mariana Moura